MINC anuncia R$ 33 milhões em edital voltado ao mercado audiovisual infantil durante evento em Natal

Uma noite para ficar na memória do Festival Internacional de Cinema Infantil – FICI e dos amantes da produção audiovisual. Nesta segunda-feira, no Cinemark, em Natal, aconteceu a abertura do Fórum Pensar a Infância, a premiação da 10ª edição do Prêmio Brasil de Cinema Infantil e o anúncio do Ministério da Cultura para abertura de um conjunto de quatro editais com investimento na ordem de R$ 33 milhões de reais para produções audiovisuais infanto-juvenis.

O anúncio, feito pelo secretário de audiovisual do Ministério da Cultura, João Batista da Silva, foi uma grande conquista. Para Carla Camurati, idealizadora do FICI, o anúncio foi um grande presente. “Foi muito emocionante. O que a gente tem como resultado que o MINC vai dedicar a infância um edital de R$ 33 milhões é um momento muito especial pra nós, que durante esses anos todos pedimos, brigamos, conversamos, e agora conseguimos. Estou muito feliz”, declarou a cineasta.

Os interessados em participar dos editais devem ficar atentos. “As inscrições devem ter início em dezembro e seguir até depois do carnaval. No final de maio, os projetos devem ser selecionados. Vamos também realizar um seminário com os projetos selecionados, para fazer uma imersão na questão da temática, na questão das transmídias. Esperamos que seja um sucesso”, disse João Batista da Silva, secretário de audiovisual do Ministério da Cultura.

Durante a solenidade foram entregues as premiações e exibidos os curtas-metragens vencedores da 10ª edição do Prêmio Brasil de Cinema Infantil, que fomenta o reconhecimento de novos cineastas brasileiros e suas obras. Foram eles: Melhor filme de animação: Caminho dos Gigantes, dirigido por Alois Di Leo; Melhor filme histórias curtas: Lá do Alto, dirigido por Luciano Vidigal e o melhor filme da mostra teen: O Espírito do Bosque, da diretora Carla Saavedra Brychcy.

E por último foi decretado aberto o Fórum Pensar a Infância, que promoverá uma série de exposições, encontros e debates exclusivamente sobre o audiovisual para nossas crianças e suas múltiplas relações com a formação do cidadão e suas possibilidades dentro e fora das salas de aula. Além disso, haverá diversos encontros entre realizadores audiovisuais, educadores e pesquisadores; e sessões especiais com o público infanto-juvenil até o dia 09 de novembro, no Auditório do Centro de Educação – UFRN.

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com