Daladier Cunha Lima toma posse como imortal da Academia Norte-rio-grandense de Letras

O presidente em exercício da Câmara Municipal de Natal, vereador Sueldo Medeiros (PHS), prestigiou a cerimônia a posse do professor, médico e escritor Daladier da Cunha Lima como mais novo imortal da Academia Norte-rio-grandense de Letras (ANRL). O evento aconteceu na noite desta terça-feira (8) com a presença de autoridades e dos demais imortais.
Sueldo lembrou da história do novo integrante da ANRL. “Daladier é conhecido como médico, professor e reitor, mas também é conhecido como escritor. Currículo esse que lhe rendeu a eleição para ocupar esta cadeira de número 3 da Academia de Letras. Para nós é uma honra poder representar a Câmara Municipal de Natal neste ato”, externou.
Já entre as 40 cadeiras da Academia, Daladier da Cunha Lima usou versos de Guimarães Rosa para dizer que se sente honrado com a cadeira e que vai continuar trabalhando em prol das letras. “É um momento de muita emoção, alegria e contentamento. Fico muito honrado em assumir essa cadeira na Academia Norte-rio-grandense de Letra. É um momento único na vida. Tem uma frase de Guimarães Rosa que diz ‘é junto dos bão que a gente fica mió’. Então, vim aqui para me tornar ‘mió'”, contou.
Daladier foi eleito imortal com 31 votos em abril deste ano para ocupar a cadeira deixada pelo acadêmico José de Anchieta Ferreira, falecido no ano passado. A cadeira tem como patrono o conselheiro Brito Guerra, mas essa eleição não foi tão simples. O irmão de Daladier e presidente da ANRL, Diógenes da Cunha Lima, revelou que o novo imortal teve uma resistência inicial. “É uma honra enorme para mim, na condição de presidente receber o meu irmão, que é um belo escritor. Tanto que houve um momento grande da academia para trazê-lo para cá. No começo ele resistiu. Não foi fácil. Na primeira vez que o convidei, nada. Mas o tempo foi passando, ele foi amolecendo e agora ele está entre nós”, brincou.
Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com