Circuito Gillette de Tênis e Beach Tennis inova ao aderir a sistema nacional integrado de inscrição

A 11ª edição do Circuito Gillette de Tênis e Beach Tennis, confirmada para acontecer entre os dias 22 de setembro e 1º de outubro no Aeroclube de Natal, já soma mais de 200 inscritos em ambas as modalidades. A competição, que é considerada a maior do Nordeste, inova ao aderir ao sistema nacional integrado da Confederação Brasileira de Tênis (CBT). As inscrições seguem abertas até 17 de setembro e podem ser feitas no site www.tenisintegrado.com.br.

Nesta edição, são esperados mais de 500 tenistas de diferentes estados brasileiros, como Ceará, Pernambuco, Paraíba, Alagoas, Rio de Janeiro e Rio Grande do Norte. A partir desta competição, todos os atletas que participarem do evento poderão acompanhar as informações gerais sobre os esportes na plataforma virtual Tênis Integrado. A adesão da ferramenta em solo potiguar é inédita e o participante poderá acessá-la de forma gratuita por meio de computadores e dispositivos móveis com internet.

Dentre as informações disponíveis no ambiente on-line, está o acompanhamento do rendimento do atleta logo após sua participação em quadra; análise dos adversários antes – se tiver histórico de competições – e depois da partida; ranking dos tenistas locais e nacionais; lançamento de torneios e visão geral acerca dos treinadores. O site também permite o compartilhamento dos resultados dos jogos com 205 países através do UTR – Universal Tennis Rating (Avaliação de Tênis Universal).

“A ideia é identificar e agrupar os jogadores de níveis semelhantes em habilidades e competitividade, possibilitando que o participante crie um controle maior de seu rendimento antes, durante e depois dos jogos”, explica Gabriel Negreiros, diretor da Fábrica de Esportes e Eventos, empresa organizadora da competição.

A adesão do sistema integrado da CBT é aprovada pelos jogadores. O advogado Pedro Farias, 39 anos, joga tênis desde a década de 1990. Entrou para o esporte a convite de amigos. Segundo ele, a ferramenta poderá ajudá-lo a melhorar o seu desempenho nas quadras, mesmo que de forma amadora. “É mais uma possibilidade de me ajudar a superar limites dentro de quadra”, comemora o tenista.

Além da adesão ao mapeamento do tenista, o Circuito Gillette de Tênis e Beach Tennis conta com um modelo democrático de premiações em dinheiro, brindes e medalhas. São mais de R$ 20 mil distribuídos entre os vencedores das 35 categorias divididas em profissionais, iniciantes, infanto-juvenil e sênior.

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com